Notícias
13.10.2011 Entendendo a I.G. Vale dos Vinhedos


Workshop reúne empreendedores e comunidade para reforçar conceitos e melhorar que possam aperfeiçoar o atendimento aos visitantes. Próxima ação será um famtour interno

O que é uma Indicação Geográfica? Quais as diferenças entre Indicação de Procedência e Denominação de Origem? O que os empreendedores, a comunidade e a região ganham com isso? Quais os diferenciais de um vinho com Denominação de Origem? Essas e outras perguntas foram respondidas aos mais de 70 participantes do 2º Workshop Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos (I.G.V.V.) promovido pela Aprovale nos dias 4 e 6 de outubro.

Realizado em três horários distintos e de forma gratuita, o workshop facilitou a participação dos públicos envolvidos. Com isso, empreendedores e a comunidade do Vale tiveram a oportunidade de se preparar para melhor receber os visitantes. Além disso, a iniciativa também buscou internalizar os conceitos relacionados a I.G. como Denominação de Origem (D.O.).

Um dos diferenciais desta segunda edição foi a realização de uma degustação orientada com vinhos aprovados para a futura D.O., conduzida pelo diretor Técnico da Aprovale, enólogo Daniel Dalla Vale, além do diretor dos Associados Produtores, Eduardo Angheben. O workshop também contou com a presença do pesquisador da Embrapa Uva e Vinho, Jorge Tonietto, que coordena os processos de IGs na região.

Famtour interno
A próxima ação a ser desenvolvida para o público interno é a promoção de um famtour nos dias 24 e 25 de outubro. Moradores, empreendedores e funcionários poderão participar de forma gratuita. Serão dois horários por dia com saídas da Pipa Pórtico e da sede da Aprovale às 8h e 14h e retorno às 12h e 18h, respectivamente.

O roteiro percorrerá trechos das estradas principais e secundárias do roteiro passando por áreas de Garibaldi, Monte Belo do Sul e Bento Gonçalves com paradas na Aprovale, Restaurante Valle Rustico, Famiglia Tasca, Pousada Borghetto Sant’Anna e Peculiare Vinhos Finos, retornando a Pipa Pórtico.

Além de integrar os públicos, a ação também pretende familiarizar os participantes em torno dos atrativos do Vale, a fim de que os mesmos se sintam mais seguros na hora de fazer uma indicação ou prestar alguma informação aos visitantes. As vagas são limitadas e dirigidas para moradores, funcionários e empreendedores do Vale dos Vinhedos.

Foto: Arquivo Aprovale





Voltar