Notícias
27.01.012 2012 pode se consagrar como a melhor safra para espumantes


Vale dos Vinhedos comemora qualidade das uvas Chardonnay e Pinot Noir

Viticultores, enólogos e cantineiros do Vale dos Vinhedos estão embriagados de felicidade. É que as uvas Chardonnay e Pinot Noir, utilizadas para a elaboração do vinho base para espumante, estão excepcionais. Com este desempenho a projeção é de espumantes equilibrados e longevos, principalmente para quem trabalha com o método tradicional (champenoise) como é o caso dos produtores do Vale. A colheita dessas uvas iniciou há 15 dias e está em fase final. Na próxima semana será a vez de começar a colher a uva Chardonnay para vinhos finos e no final de fevereiro inicia a colheita das tintas como a Cabernet Sauvignon e Merlot.

Com ótima relação entre açúcar e acidez, as uvas colhidas apresentaram 17º babo e pH baixo próximo de 3.0, ideais para espumantes. O diretor técnico da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), Daniel Dalla Valle, comenta que a qualidade está surpreendendo os produtores do Vale que apostam na safra como uma das melhores para espumantes. “Com excelente matéria prima o produto final certamente será de qualidade. Conhecimento e tecnologia para isso nós temos”, destaca.

Dos 104 prêmios conquistados por espumantes brasileiros em 2011 em concursos internacionais, 61 (59%) foram elaborados por vinícolas do Vale dos Vinhedos. O mercado já reconhece a qualidade dos espumantes elaborados por vinícolas do Vale dos Vinhedos. Mais de 40% da produção de espumantes comercializados no Rio Grande do Sul é proveniente do Vale dos Vinhedos.

Dos 104 prêmios conquistados por espumantes brasileiros em 2011 em concursos internacionais, 61 (59%) foram recebidos por vinícolas associadas à Aprovale. O mercado já reconhece a qualidade dos espumantes elaborados pelas vinícolas do Vale dos Vinhedos e mais de 40% da produção de espumantes comercializados no Rio Grande do Sul é proveniente desta Indicação Geográfica.

Foto: Gilmar Gomes





Voltar