Notícias
02.10.2012 Primeira DO de vinhos do Brasil é comemorada no Vale dos Vinhedos


Aprovale reúne associados e imprensa para festejar a conquista que iniciou ainda em 1995 com a criação da entidade. Consumidores já degustam vinhos e espumantes que ostentam o selo da Denominação de Origem

Na noite do dia 28 de setembro, o Vale dos Vinhedos comemorou a conquista da primeira DO de vinhos e espumantes do Brasil. O evento contou com um público de 250 pessoas e teve por local o Centro de Eventos do Hotel Villa Michelon. A imprensa nacional esteve presente, representada por jornalistas de rádio, TV, jornal, revistas, sites e blogs de nove estados brasileiros, além de representantes da imprensa uruguaia.

O presidente da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale), Rogério Carlos Valduga, agradeceu a presença de todos e falou da alegria em anunciar a aprovação do pedido de registro da DO de vinhos e espumantes para o Vale dos Vinhedos, no dia 11 de setembro. A luta por essa conquista vinha sendo encabeçada pela Aprovale, criada em 1995. De lá para cá, o sonho da DO sempre acompanhou o trabalho da entidade, ganhando força em 2010 quando o pedido foi oficializado.

“Conquistar a primeira Denominação de Origem de vinhos do Brasil não é somente motivo de orgulho para o Vale dos Vinhedos, como também a renovação da responsabilidade que cada produtor tem em seguir evoluindo na qualidade dos vinhos e espumantes aqui elaborados”, destacou o presidente da Aprovale. Com isso, os padrões de qualidade tornam-se ainda mais rígidos, beneficiando o consumidor, que tem na taça a certeza de um produto com identidade; e a toda região, que se fortalece apoiada no enoturismo.

Após, o pesquisador Mauro Zanus, falou em nome da Embrapa Uva e Vinho, parceira técnica da Aprovale durante todo o processo da IG, e Rodrigo Moerbeck de Almeida Rego, coordenador de Indicação Geográfica Substituto, falou em nome  do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). Ele aproveitou o momento para fazer a entrega oficial do Certificado da DO Vale dos Vinhedos para Valduga.

Aldemir Dadalt, presidente do Conselho Superior da Aprovale, entregou um sabre personalizado como agradecimento aos ex-presidentes da entidade Adriano Miolo, Ademir Brandelli, Lídio Ziero e Marcos Valduga e ao presidente, Rogério Valduga, que for fim fez a entrega do sabre para Dadalt, também ex-presidente da entidade.

Durante o jantar foram servidos vinhos e espumantes que já exibem o selo da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos. São eles: Merlot (Vinícola Almaúnica); Merlot (Vinícola Peculiare); Merlot (Vinícola Terragnolo); Merlot (Vinícola Don Cândido); Chardonay e Merlot (Vinhos Don Laurindo); Chardonay, Merlot e Espumante Brut (Miolo Wine Group); Chardonay (Casa Valduga); Chardonay, Merlot e Espumante Brut (Pizzato).

Agora, a Aprovale estará intensificando seu trabalho de esclarecer e consolidar os conceitos de IG, IP e DO, que por serem relativamente recentes no Brasil, ainda não são compreendidos pelo mercado consumidor. Na Europa, já estão internalizados pelos consumidores por serem utilizados há séculos. Em uma linguagem simples e acessível, o Manual da Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos traz as regras da DO e os benefícios que o consumidor e também a comunidade do Vale dos Vinhedos ganham com a certificação.





Voltar