Notícias
27.06.2013 A melhor estação no Vale dos Vinhedos


Primeiro semestre registrou aumento de 15% no número de visitantes. Para o inverno, a intenção é repetir o sucesso com atrações para a estação mais fria do ano

Primeira região do Brasil a obter o selo de Denominação de Origem de Vinhos, o Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, se esforça ano a ano para atrair milhares de turistas. Atrativos não faltam: bons vinhos, gastronomia de alto padrão e atividades elaboradas especialmente para cada estação do ano. E esse trabalho tem rendido resultados excelentes, uma vez que de janeiro a maio de 2013, houve um acréscimo de 15% no número de visitantes em comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2012, foram 92.287 turistas, número inferior aos 106.797 turistas que conheceram o roteiro durante este ano. E a promessa é que a programação de inverno do Vale dos Vinhedos repita o sucesso no número de visitantes com cursos de degustações de vinhos, jantares harmonizados e, claro, preços atraentes nos rótulos, ideal para quem deseja renovar a adega. O número de visitantes que conhecem o Vale dos Vinhedos cresce anualmente e geralmente, o índice de crescimento fica na casa dos 10%. “Esse aumento de 15% reflete no preparo dos estabelecimentos em receber o turista, na satisfação dele que conhece o nosso roteiro e retorna encantado”, afirma o presidente da Aprovale, Juarez Valduga. E o inverno é, de fato, a estação em que a procura por rótulos de vinhos aumenta, e o consumidor se demonstra interessado em aprender mais sobre a bebida que é o carro-chefe do Vale dos Vinhedos. Pensando nisso, os empreendimentos do roteiro prepararam atrações direcionadas a esse turista: os restaurantes apostam em pratos quentes e bastante elaborados, ideais para serem acompanhados por vinhos tintos. As vinícolas, além de oferecer descontos em determinadas garrafas, oferecem cursos rápidos de degustação para que o próprio visitante identifique qual a variedade do vinho que mais o apetece. Além disso, o Restaurante Valle Rústico oferece Wine Bar em sua área externa. Aquecedores e cobertores esquentarão o visitante, que estará acompanhado também pelos melhores rótulos de vinhos do Vale. A programação ocorre de quarta a sábado, a partir das 19h. Outra novidade é “Um dia de poda na Larentis”. Depois do sucesso durante a vindima com o “Piquenique nos Vinhedos”, a vinícola aposta em uma recepção calorosa ao visitante, a partir das 9h30min com café colonial e fogueira. Após, eles conhecerão os segredos e a eficiência da poda nas videiras, trazendo curiosidades e informação a respeito da produção vitivinícola. A atração ocorre de 3 a 17 de agosto. Cursos de degustação são ofertados nas diferentes unidades de produção da Miolo, além de informações sobre o serviço do vinho e harmonizações. O turista que pretende estender sua estada no roteiro conta com um atrativo a mais: a rede hoteleira do Vale dos Vinhedos oferece pacotes para a estação mais fria do ano, com descontos que chegam a 30%, variando em cada estabelecimento. Situado a 120 km de Porto Alegre, o Vale dos Vinhedos é um roteiro fácil de ser percorrido devido à proximidade dos empreendimentos. Além das mais de 30 vinícolas, a rede hoteleira é vasta e com opções para todos os bolsos. Os restaurantes variam da culinária típica italiana, origem da imigração da Serra Gaúcha, chegando à alta gastronomia. As particularidades da cultura do vinho são revividas por meio do artesanato, de utensílios domésticos e de trabalho ou de objetos que revelam o cotidiano da época da imigração, encontrados em ateliês, casas de artesanato ou no varejo das vinícolas da região. Queijarias, biscoteria e vestuário em couro também integram a lista de estabelecimentos do Vale, demonstrando a diversidade produtiva da região.



Voltar