Notícias
16.09.14 “Memórias do Vale dos Vinhedos” valoriza história do distrito


Protagonistas contam suas lembranças em documentário

Foi no escritório onde nascem suas obras que o escritor Remy Valduga recebeu a equipe do documentário “Memórias do Vale dos Vinhedos” para a gravação de mais uma etapa da produção. O encontro ocorreu na sexta-feira, 12. A história do distrito foi rememorada sob o ponto de vista de Remy, que iniciou sua narrativa partindo das motivações que levaram os imigrantes italianos a saírem de seu país de origem. A chegada ao Brasil e a distribuição de lotes no Vale dos Vinhedos também foi revivida, culminando na construção da Capela Nossa Senhora das Neves, no início do século XX. A memória ligada ao vinho também é trabalhada no documentário. A contribuição de Remy Valduga, um dos principais narradores da produção, abordou a importância da bebida para os primeiros imigrantes como um elo com sua terra de origem – e, por que não, uma maneira de amenizar a saudade do país natal. As dificuldades com o dialeto e a fomentação da religiosidade e do trabalho como forma de superar os obstáculos também foram rememoradas. No decorrer das gravações, outras figuras importantes da história do distrito serão ouvidas de maneira que a trajetória seja toda reconstruída com base em narrativas, valorizando a contação de histórias. Nomes de peso como Laurindo Brandelli, Cândido Valduga, Plínio Pizzato, Moysés Michelon e Décio Tasca integram o time de “narradores” das memórias vivas do distrito, também lembrado por ser o roteiro turístico mais conhecido do Brasil. No processo de elaboração do documentário “Memórias do Vale dos Vinhedos”, Remy Valduga foi peça fundamental. Desde dezembro de 2013 o diretor de filmagem Michel Marchetti da Rosa, acompanhado por Naiára Martini, turismóloga da Aprovale, manteve encontros periódicos com o escritor para ouvir suas vivências e, assim, trabalhar no roteiro da produção. Ao longo do ano de 2014, serão feitas tomadas de imagem do distrito e, assim que concluído, o documentário será apresentado para toda a comunidade do Vale dos Vinhedos e exibido de forma itinerante. O material será disponibilizado para escolas municipais, Patrimônio Histórico, entidades envolvidas com a aquisição de acervo histórico, Fundação Casa das Artes e para a Biblioteca Pública Castro Alves. A produção do documentário é realizada pela Triângulo da Produção Cultural, gravação e direção pela Alba Arte e layout pelo Quarto Estúdio. A iniciativa da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale) tem o apoio da Secretaria de Cultura de Bento Gonçalves, por meio do Fundo de Municipal de Cultura



Voltar