Notícias
11.11.14 Vale dos Vinhedos é destaque em Seminário


Evento abordou Indicação Geográfica e utilizou case do Vale dos Vinhedos em diversos momentos

Internacionalmente conhecido como um dos roteiros enoturísticos mais belos, o Vale dos Vinhedos é lembrado também como referência de Indicação Geográfica, sendo a segunda Denominação de Origem no Brasil  e a primeira DO para vinhos.  O case do Vale foi abordado no I Seminário Internacional de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas, que foi realizado em Belo Horizonte – MG nos dias 29 e 30 de outubro.

Realizado pelo Sebrae e pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial, o INPI, o evento contou com aproximadamente 300 pessoas, reunindo representantes das 42 indicações geográficas do país. Representando o Vale, o enólogo Flávio Pizzato, da Vinícola Pizzato, apresentou o case para os participantes de todo o Brasil e também para profissionais de países como a Índia, Colômbia e México.  A exportação das produções do Vale foi tema da apresentação, que abordou também a história do local e a experiência gratificante que o Vale dos Vinhedos possui em relação à Indicação Geográfica. Flávio ressaltou que a conquista da DO proporcionou uma facilidade maior para vender o produto: "Nós estimamos que 70% da produção das pequenas vinícolas seja vendida na própria região. O consumidor vai até onde nós estamos e isso ajuda a promover o desenvolvimento da região também", esclarece Pizzato, referindo-se ao intenso movimento de turistas que a região recebe.

O Vale dos Vinhedos reúne 26 vinícolas e agrega 44 empreendimentos que exploram o enoturismo. A região obteve em 2002 o reconhecimento como Indicação Geográfica, podendo conceder aos vinhos que estivessem dentro dos padrões estabelecidos pela Aprovale  o selo de Indicação de Procedência (IP). Dez anos depois, em 2012, passou a ser reconhecido como Denominação de Origem (DO).



Voltar