Notícias
03.08.15 Memórias do Vale dos Vinhedos participa de festival internacional


Documentário concorre em duas categorias no Festival Internacional Audiovisual de Cultura e Turismo – FIACULT

O Vale dos Vinhedos agora passa a ser internacionalmente reconhecido pela memória cultural de seus antepassados. Isso porque o documentário Memórias do Vale dos Vinhedos, finalizado em 2014 e lançado no início de 2015, está concorrendo no Festival Internacional Audiovisual de Cultura e Turismo – FIACULT nas categorias “Documentários” e “Pessoa, Culturas e Tradições”.

Para avaliação das produções concorrentes, será constituído um júri nacional e internacional formado por profissionais das áreas de turismo, cinema, artes cênicas, imprensa, membros acadêmicos e autoridades governamentais, além da comissão executiva do festival. O Júri analisará e pontuará cada um dos filmes inscritos, de acordo com sua categoria, e baseado nos critérios técnicos definidos. Uma eleição também será realizada pela internet.  Serão cinco eleitos pelo voto popular, cuja pontuação será somada ao resultado final do júri técnico.
O FIACULT ocorre nos dias 19 e 20 de setembro, em Florianópolis.


O DOCUMENTÁRIO

Muitas mãos trabalharam na realização do Documentário Memórias do Vale dos Vinhedos. Colhendo depoimentos, imagens e revirando baús de memórias, uma equipe que contemplou o envolvimento de vários profissionais resgatou, através das vozes carregadas de vivências, grande parte da história do distrito. As gravações sempre obedeceram a um tom: uma agradável conversa entre amigos. E foi assim que personalidades como Décio Tasca, Moysés Michelon, Remy Valduga e Romilda Larentis contribuíram para a elaboração deste importante documento audiovisual.

A história do distrito foi rememorada sob o ponto de vista dos entrevistados, que iniciaram suas narrativas partindo das motivações que levaram os imigrantes italianos a saírem de seu país de origem. A chegada ao Brasil e a distribuição de lotes no Vale dos Vinhedos também foi revivida, culminando na construção da Capela Nossa Senhora das Neves, no início do século XX.

A memória ligada ao vinho também é trabalhada no documentário. A contribuição de Remy Valduga, um dos principais narradores da produção, abordou a importância da bebida para os primeiros imigrantes como um elo com sua terra de origem – e, porque não, uma maneira de amenizar a saudade do país natal. As dificuldades com o dialeto e o fomento da religiosidade e do trabalho como forma de superar os obstáculos também foram rememoradas.

O documentário foi apresentado para toda a comunidade do Vale dos Vinhedos e continua sendo exibido de forma itinerante em eventos locais. O material foi distribuído para escolas municipais, Patrimônio Histórico, entidades envolvidas com a aquisição de acervo histórico, Fundação Casa das Artes e para a Biblioteca Pública Castro Alves. Ele também está disponível no site do Vale dos Vinhedos.

A produção do documentário é realizada pela Triângulo da Produção Cultural, gravação e direção pela Alba Arte. A iniciativa da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale) tem o apoio da Secretaria de Cultura de Bento Gonçalves, por meio do Fundo de Municipal de Cultura.


FIACULT

Festival Internacional de Audiovisual da Cultura e Turismo que apoia a cultura e diversas áreas da economia, desde profissionais a estudantes e amadores, além dos produtores independentes para conquistarem um espaço no mercado com a qualidade dos filmes conceituados mundialmente. Com a sinergia do cinema à promoção audiovisual, contribui para a melhoria das produções cinematográficas. Consiste em uma referência no domínio dos eventos diretamente ligados a estratégias de branding, gerando goodwill em favor de todos os parceiros e participantes.



Voltar