Notícias
13.05.16 Ações da Aprovale Cultural chegam à Escola Lóris Antônio Pasquali Reali


Exposição de abertura da Aprovale Cultural estará mais próxima da comunidade escolar até o dia 20

Após o sucesso da exibição das fotos e esculturas “Crianças Kaingangs”, de Lylian Cândido e “Faces da Floresta”, de Vagner Perondi no espaço Aprovale Cultural, localizado no Centro de Informações do Vale dos Vinhedos – sede da Aprovale, chegou a hora das crianças do distrito conhecerem o trabalho de ambos os artistas.

Fazendo parte da proposta de itinerância da Aprovale Cultural, a exposição organizada pela Aprovale com parceria da Triângulo da Produção Cultural, seguiu para a Escola Municipal Lóris Antonio Pasquali Reali, do Vale dos Vinhedos, onde será apreciada pelos alunos, pais, funcionários e professores.

Instalada no saguão de entrada da Escola, a proposta é aproximar as crianças das expressões artísticas, instigando-as a conhecer os mais diversos mundos pelos olhos dos artistas, bem como a aflorarem sua própria criatividade. A ideia da escola é também trabalhar as mais diversas temáticas em sala de aula.

“Como muitos alunos não tem acesso a atividades culturais, a escola tendo oportunidade de oferecer e fazer a ponte para diferentes manifestações culturais, é de uma importância muito grande para nossos educandos. A Aprovale se torna uma parceira muito importante para nossa Instituição de Ensino na divulgação da cultura municipal e regional e gostaríamos que continuasse essa parceria. E estamos sempre abertos para a troca de ideias e projetos.” Ressalta a Diretora da Escola Lóris, Sandra Silveira.

A exposição permanecerá na Escola Lóris até o dia 20 de maio, e é aberta a toda comunidade escolar. A proposta é que todas as exposições e manifestações artísticas que passarem pela Aprovale Cultural, também cheguem até a EMEF Lóris Antônio Reali Pasquali.


Sobre os artistas e suas obras

Lylian Cândido busca, através da fotografia, exaltar a beleza, a simplicidade e a inocência das crianças indígenas, em sua exposição denominada “Crianças Kaingang”.

Por volta do ano de 2001, um grupo de indígenas desta tribo saiu de Nonoai em busca de um local onde estavam enterrados os umbigos de seus antepassados. Numa outra realidade, instalaram-se as margens da RS 130, em Lajeado. As imagens captadas por Lylian são o resultado da convivência com estes índios, desde 2006. Hoje este povo reside na Terra Indígena Foxá, Jadim do Cedro.

A mesma ligação e respeito à natureza é apresentada na exposição “Faces da Floresta”, do artista bento-gonçalvense Vagner Perondi. As obras esculpidas em nó de pinho são o testemunho silencioso da devastação florestal. Representam a floresta morta retornando a vida através de rostos esculpidos que observam o observador. Em um trabalho dedicado, o artista recolhe nós de pinho e faz emergir rostos enigmáticos, por vezes agonizantes, assustados, cujo nascimento é o resultado irônico do findar de um vida, visto que o nó de pinho apenas pode ser extraído de uma árvore morta.


Aprovale Cultural

A Aprovale Cultural é uma ramificação da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos, cujo objetivo é trabalhar nos mais diversos nichos culturais, sempre aproximando a comunidade e os visitantes através de atividades diferenciadas que exaltem as produções artísticas. A sede da Aprovale, localizada no acesso principal ao Vale dos Vinhedos, será o ponto central das atividades. Serão oficinas de contação de história com artistas e moradores locais, encontros entre jovens e idosos para troca de experiências, exibições de vídeos, exposições artísticas, intervenções culturais, oficinas, além da futura instalação de uma biblioteca comunitária.



Voltar