Notícias
29.10.19 Está aberta a temporada 2019 da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos


Vinícolas associadas a Aprovale tem até o dia 14 de novembro para envio da documentação necessária para a abertura do processo.

O Conselho Regulador de Indicação Geográfica Técnico e de Pesquisa do Vale dos Vinhedos, através do seu diretor, Daniel de Paris, declarou oficialmente aberta a temporada 2019 da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (D.O.V.V.).

Desde 2012, ano em que o INPI reconheceu a D.O. Vale dos Vinhedos, o segundo semestre do ano é dedicado aos trabalhos relativos a Denominação de Origem Vale dos Vinhedos da safra corrente.  Neste período são inscritos os vinhos com potencial, elaborados na área delimitada, são comprovadas a origem das uvas, método de elaboração e qualidade dos produtos. É a oportunidade de fazer parte de uma seleta carta de vinhos que refletem a cultura, história e características do terroir do Vale dos Vinhedos, único no mundo.

Como funciona o processo?
Todo o processo é guiado pelo Regulamento de Uso da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos e é seguido à risca pela equipe de gestão da Aprovale. O primeiro passo do processo refere-se ao envio do Formulário de Declaração de Safra juntamente com as atualizações das informações cadastrais das vinícolas solicitantes, que neste ano tem prazo para ser realizado até o dia 14 de novembro.

Conforme especificado em Regulamento de Uso, para solicitar a D.O.V.V. as vinícolas devem comprovar através desta documentação a procedência da uva, que deve ser 100% da região demarcada. Também atendendo ao exigido pelo Regulamento, o processamento destas uvas e o engarrafamento devem acontecer dentro da área demarcada da D.O. Vale dos Vinhedos.

Após todas as comprovações documentais, acontece a coleta das amostras dos vinhos inscritos, que em 2019 tem previsão de ser realizada entre 18 e 21 de novembro diretamente nas vinícolas solicitantes. Sete garrafas por amostra são coletadas pelo Consultor Técnico da Aprovale, para facilitar as operações dos diferentes laboratórios envolvidos. Estas amostras são armazenadas em garrafas específicas para o processo, identificadas por códigos conhecidos somente pelo consultor que as coletou.

Após a coleta, duas garrafas são encaminhadas para análise sensorial. Aspectos organolépticos qualitativos e quantitativos serão avaliados por um comitê de degustação qualificado, composto por enólogos indicados por associados da Aprovale, um enólogo da Associação Brasileira de Enologia e 3 técnicos indicados pela Embrapa Uva e Vinho. Aspectos visuais, olfativos, gustativos e tipicidade varietal são avaliados às cegas pelos participantes, que apresentam seu parecer individual. Outras duas garrafas serão utilizadas nos laboratórios de enoquímica, para verificação da adequação à legislação brasileira e ao Regulamento de Uso.

A Denominação de Origem Vale dos Vinhedos
Desde 2012 os vinhos do Vale dos Vinhedos apresentam aos consumidores o selo oficial da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos, outorgado pelo INPI. Mas desde muito tempo as características do terroir e o saber fazer do Vale dos Vinhedos atribuem ao vinho características inigualáveis, que apresentam aos apreciadores desta bebida milenar o sabor desta região.

Para fazer parte da seleta lista de vinhos com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos, normas estipuladas pelo Regulamento de Uso da D.O.V.V. precisam ser atendidas. Dentre elas estão: as variedades e cortes permitidos, o cultivo e a origem da uva, a forma de elaboração do produto e principalmente a qualidade deste na taça.

O resumo das regras dispostas no Regulamento de Uso da Denominação de Origem Vale dos Vinhedos pode ser acessado no site: http://www.valedosvinhedos.com.br/vale/conteudo.php?view=98&idpai=132

Conselho Regulador de Indicação Geográfica, Técnico e de Pesquisa
Quem faz a gestão da I.G. Vale dos Vinhedos é a Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos – Aprovale, através do Conselho Regulador de Indicação Geográfica, Técnico e de Pesquisa. O Conselho é formado por representantes de Associados Produtores da Aprovale  que se tenham inscrito a qualquer tempo e que, embora não mais inscritos, continuem aptos a inscrever-se em quaisquer das Indicações Geográficas “Vale dos Vinhedos”, seja Indicação de Procedência ou Denominação de Origem. Também fazem parte representantes de instituições técnico-científicas, com conhecimento em viticultura e enologia e representante de Instituição de desenvolvimento ou divulgação ligada ao setor vitivinícola nacional.

Vinícolas que possuem rótulos com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos
As vinícolas que possuem rótulos com a Denominação de Origem Vale dos Vinhedos em safras anteriores são: Casa Valduga, Miolo Wine Group, Peculiare Vinhos Únicos, Pizzato Vinhas e Vinhos, Terragnolo Vinhos Finos, Vinhos Don Laurindo, Vinhos Larentis, Vinícola Almaúnica, Vinícola Cave de Pedra e Vinícola Dom Cândido.

Foto:
O consumidor pode reconhecer produtos com a Denominação de Origem Vale dos Vinhedos através do selo presente no rótulo. Foto: Tatiana Cavagnolli/Ibravin



Voltar