Notícias
08.01.19 Vindima 2020 no Vale dos Vinhedos


2020 chegou! E no Vale dos Vinhedos, como em toda Serra Gaúcha, toda virada de ano vem repleta de expectativas quanto à colheita da uva, que tem seu ápice em fevereiro e início de março.

Neste período não são apenas colhidos os frutos que originarão os vinhos, espumantes e sucos, mas são comemorados os resultados do trabalho árduo que iniciou ao findar da colheita anterior. Afinal, assim que uma vindima termina, o processo recomeça praticamente de forma imediata, no preparo da terra e da videira para a retomada de um processo de um ano de cuidado e cultivo.

Expectativas para a safra 2020
No Vale dos Vinhedos as estações do ano são bem divididas, e as características climáticas são muito importantes no desenvolvimento das videiras. Cada fase, seja de frio, de estiagem, de calor, ou chuvas, tem sua importância e estão sob atenção dos agricultores, vinicultores e enólogos. Dezembro de 2019 foi um mês de estiagem e altas temperaturas, e janeiro de 2020 têm previsão de dias chuvosos e temperaturas baixas em comparação aos anos anteriores, o que pode impactar no resultado da colheita das variedades viníferas.
Janeiro ainda não cumpriu com a promessa de chuvas, as temperaturas seguem altas, bem como o otimismo dos profissionais envolvidos no processo. Segundo Daniel de Paris, diretor técnico da Aprovale e diretor do Conselho Regulador da Indicação Geográfica Vale dos Vinhedos, a tendência é que tenhamos ótimos resultados caso o clima sem mantenha. “Estamos tendo dias quentes e noites frias, e essa grande amplitude térmica nos resultará uvas com mais intensidade corante, com maior teor de açúcar, consequentemente vinhos com maior teor alcoólico e de maior qualidade. Se as condições se mantiverem, a tendência é que tenhamos uma excelente safra, de grandes resultados, com grandes vinhos. 2020 está prospectando uma safra de altíssimo nível.”

Programação especial para curtir a Vindima
Quando as diversas variedades de uvas são colhidas pela comunidade e pelos viticultores do Vale, a região fica ainda mais rica em seus movimentos, aromas e sabores. As paisagens mudam suas tonalidades alternando as cores das videiras e uvas com os chapéus de palha dos trabalhadores e com o movimento dos tratores e caminhões. A alegria das temperaturas altas convida a experienciar junto à natureza. Para aproveitar a Vindima em todos os seus aspectos, os atrativos do Vale dos Vinhedos oferecem atividades especiais que já estão em andamento, tem seu ápice em fevereiro, e findam na primeira quinzena de março.

A colheita e pisa das uvas é a grande atração do período e pode ser vivenciada em pacotes temáticos ofertados pela Vinícola Dom Cândido, Hotel Villa Michelon, Casa Valduga e Giordani Turismo/Miolo Wine Group. A Colheita Noturna e o Piquenique nos vinhedos da Vinhos Larentis seguem como atrativos da Vindima e neste ano, para aqueles que reservarem almoço com antecedência, o Giordani Gastronomia oferecerá uma taça de vinho ou suco como cortesia.

A programação completa de cada atividade pode ser acessada no blog do Vale dos Vinhedos: www.valedosvinhedos.wordpress.com/vindima2020
Cabe ressaltar que os passeios tradicionalmente ofertados pelas vinícolas acontecem normalmente no período, tendo como diferencial o movimento da colheita. Agroindústrias, lojas e restaurantes seguem com atendimento normal também neste período. O Vale dos Vinhedos espera receber 90 mil visitantes entre janeiro e março de 2020, motivados pelos atrativos de Vindima.

Foto: Gilmar Gomes/Aprovale



Voltar